jump to navigation

HOUSE 4×02 (Série) quarta-feira 3 outubro, 2007

Posted by Dude in House, Séries.
trackback

Ep. 4×02 – Right Stuff (Inédito no Brasil)

Sinopse: House tenta tratar de uma piloto da força aérea que é candidata de um programa de treinamento para astronautas da NASA. O diagnóstico dela vai ser o melhor teste para escolher quais dentre os quase 40 candidatos selecionados por House serão escolhidos para ocupar as vagas no time de diagnósticos.

House 4x02

Assistir um episódio de House, além de ser garantia de acompanhar um drama inteligente e divertido, era também até o início desta temporada um exercício de previsibilidade (no bom sentido da palavra). Não haviam surpresas na estrutura dos episódio já que a fórmula sempre trazia a equação paciente com doença bizarra + House destilando sarcasmo e insights brilhantes + equipe de diagnósticos sendo testada no limite da paciência de trabalhar com um gênio por vezes irrascível. Como fã da série jamais reclamei da repetição dessa fórmula (muito bem executada), mas é inegável que a mudança ocorrida no final da 3ª temporada trouxe à atual um frescor novo e um gostinho de reinvenção que sem qualquer dúvida tornam House uma série ainda melhor.

A grande sacada no roteiro desse episódio, além, claro, do desenvolvimento do processo seletivo feito por House, foi o aparecimento de Cameron, Chase e Foreman como se fossem alucinações dele, já que o recurso não só serviu para evidenciar que ele sente falta do trio apesar do jeitão de ‘tô nem aí se não tenho time’, como também garantiu a Wilson boas razões para sacanear o amigo ranzinza. E o que torna tudo ainda mais interessante, é que o final do episódio acaba revelando que Cameron e Chase de fato voltaram para o hospital e que Foreman, com quem House sempre teve os maiores impasses, era realmente uma alucinação dele pelo menos por enquanto.

O processo seletivo trouxe momentos bastante curiosos, já que a diversidade de candidatos e índoles de cada um, criou um panorama dos mais interessantes para o desenvolvimento da trama ao longo da temporada. É cedo para fazer qualquer prognóstico sobre quais vingarão como bons personagens, e se é óbvio que estavam ali algumas figuras esteriotipadas como a da loirinha que faz tudo para eliminar concorrentes, ou o puxa saco que tenta imitar os trejeitos do chefe para ganhar sua confiança, temos que admitir que o clima criado em função da estranha doença da piloto sendo usada como um “teste” para aquele grupo, ajudou a criar uma situação perfeita para que House use e abuse do humor negro e inteligente que lhe é tão peculiar, o que por si só torna a série simplesmente imperdível.

Por Davi Garcia

Anúncios

Comentários»

1. Michel - quarta-feira 3 outubro, 2007

Eu tb nunca achei ruim essa formula de House e tb nunca vi um epi que achei ruim!! A serie eh boa de mais!!
Muito legal seu texto Davi, vamos ver quem vai se tornar pupilo de House.
Abraço

http://www.pilotobrasil.blogspot.com

2. SÉRIES: Notas e Comentários da semana « Dude, Cinema e Séries - segunda-feira 8 outubro, 2007

[…] Leia os comentários aqui. […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: