jump to navigation

TROPA DE ELITE (Filme) sábado 6 outubro, 2007

Posted by Dude in Cinema.
trackback

Sinopse: Rio de Janeiro, 1997. Nascimento, Capitão do BOPE (a força de elite da polícia militar), narra a dura rotina de violência e corrupção que assola a cidade refém do tráfico. É nesse cenário que conhecemos Neto e Matias, dois jovens amigos idealistas e honestos aspirantes ao cargo de oficiais da PM. Quando um confronto em uma favela cruza o caminho dos três suas vidas mudam para sempre.  

Tropa de Elite

Pôlemico, controverso e corajoso, adjetivos facilmente relacionados à Tropa de Elite, o filme mais comentado no Brasil nos últimos anos. O burburinho justifica-se. Tropa retrata com uma fidelidade assustadora, o triste panorama que toma conta de grandes cidades como o Rio de Janeiro, onde polícia e bandidos desenvolvem uma relação de promiscuidade e violência que vitima cidadãos perdidos no fogo cruzado de balas e corrupção. 

Tropa de Elite é inegavelmente um filme cheio de virtudes, mas o aspecto mais interessante e talvez de maior impacto que ele traga seja sua força em provocar o debate e a reflexão. O diretor José Padilha (do excelente documentário Ônibus 174) cria um retrato sobre o caos social instalado usando a visão do policial – no caso o capitão Nascimento –  como referência para apresentar questionamentos interessantes como o da natureza psicológica que move ações violentas no combate à criminalidade até o grau de responsabilidade de usuários de drogas na equação que resulta no poder do tráfico. Acusações de que o filme defende uma posição fascista baseada em tortura, humilhações e execuções sumárias  como solução para o enfrentamento ao poder do tráfico têm sido feitas por alguns críticos e jornalistas, mas entendo que essa seja uma interpretação equivocada uma vez que Tropa não legitima essa posição,  ‘apenas’ focalizando-a na visão do protagonista do filme (Wagner Moura ótimo no papel), o que convenhamos é bem diferente de referendá-la.

Tropa poderia facilmente ser visto apenas como mais um filme de ação bem feito e com um herói errante exposto à situações limite, contudo, ao retratar a realidade carioca (e do Brasil de uma maneira geral) de forma crua e seca,  ele ganha uma dimensão trágica ainda maior e assustadora. Tropa não aponta caminhos ou soluções fáceis (será que existem?) mas ao colocar o dedo na ferida, desperta nas vítimas do caos uma vontade de mudar e fazer algo, e isso claro, sempre merece reconhecimento.

Por Davi Garcia

Anúncios

Comentários»

1. Michel - domingo 7 outubro, 2007

Otimo filme neh Davi?? Eu voltei do cinema e baixei na net pra ver de novo!!
Abraço

2. mayk_lacerda - domingo 7 outubro, 2007

excelente filme!
jah assisti nu pirataun mas vo agora assistir nu cinema com certeza!
=p

3. PARABÉNS AOS ATORES, FORAM ÓTIMOS, PRINCIPALMENTE O WAGNER MOURA... PARABÉNS LINNNDOOO!!!! - sábado 13 outubro, 2007

Amei!!! Assiti ontem e não consigo tirá-lo de minha mente… muito bom… e infelizmente essa eh a realidade do Rio de Janeiro. Meu Deus! Onde isso irá parar? Uma cidade tão linda! Conheço apenas por postais e apesar de querer conhê-la não sei se teria coragem de ir lá…

4. JUNIOR OLIVEIRA - sexta-feira 26 outubro, 2007

ÓTIMO FILME NÃO PERDE NADA PARA NENHUMA PRODUÇÃO AMERICANA, PRINCIPALMENTE SEUS ATORES…PARABÉNS PARA WAGNER MOURA!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: