jump to navigation

HOUSE 4×03 (Série) quinta-feira 11 outubro, 2007

Posted by Dude in House, Séries.
trackback

Ep. 4×03 – 97 Seconds (Inédito no Brasil)

Sinopse: Os candidatos estão divididos em dois times, competindo para diagnosticar e tratar um homem que sofre de atrofia muscular cervical. Enquanto isso House faz experimentos em si próprio para testar o que acontece depois da morte, e Foreman em outro hospital age de um jeito bem peculiar a House.

House 4x03

Que começo de temporada para House, não?! O que já era muito bom consegue ficar perfeito. Eu sempre gostei de cada aspecto da série e via os episódios com aquela sensação de estar me divertindo e vendo algo que apresentava reflexões interessantes sobre a natureza humana, mas eu jamais fora tão tocado emocionalmente como fui com esse episódio, que sem dúvida nenhuma é um dos melhores (se não for o melhor) da série. Esse início de 4ª temporada prova com a chegada dos candidatos à equipe de diagnósticos, que a série ficou mais vívida e ganhou na miríade de personalidades distintas, novas possibilidades para lá de interessantes.

Esse 97 Seconds foi um episódio brilhante sobretudo por conseguir usar tantos personagens diferentes e ainda assim construir uma história que misturou tragédia (na figura do paciente com atrofia muscular cervical), graça (na competição entre os candidatos) e dedicou foco à personalidade de House levantando aquele que é um dos maiores mistérios de todos os tempos para o homem, há vida depois da morte? O tema, é claro, suscinta várias análises profundas, e pela natureza da série tenho certeza que não encerrarão a reflexão sobre ele neste ótimo episódio.

Emocionante, tocante e bonita. São essas as palavras que definem a história do paciente principal do episódio (e de seu fiel cão). Eu particularmente não sou fã de episódios trágicos como esse, mas se vierem outros tão impactantes eu digo que quero mais . Pela primeira vez ao longo da série, senti uma raiva genuína do House por conta de suas palavras duras dirigidas ao paciente já moribundo agarrado a uma esperança que para ele soava como vã. Mas como é impossível odiar o House por mais de 1 minuto, logo vém a percepção de que ele próprio questiona o limite entre a razão e a fé. House é um homem que vende (ou tenta vender) a imagem de que nada além do conhecimento físico e racional lhe move, mas demonstra aqui que também quer quebrar a casca da fragilidade e entender o que não se pode ver e tocar, mas apenas sentir. E como é bom assistir uma série que nos leva a esse tipo de reflexão, não?

Por Davi Garcia

Anúncios

Comentários»

1. Juliana Ramanzini - quinta-feira 11 outubro, 2007

Sem dúvida entrou pro meu Top 5 House. Episódio sensacional! Graças ainda termos coisas boas como essa série para assistir. E pelo promo, o próximo promete! 😀

2. SÉRIES: Notas e Comentários da Semana « Dude, Cinema e Séries - domingo 14 outubro, 2007

[…] Leia os comentários aqui. […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: