jump to navigation

HOUSE em entrevista segunda-feira 22 outubro, 2007

Posted by Dude in House, Séries.
trackback

Os dois são altos, desalinhados e têm os mesmos olhos azuis. Compartilham inclusive a barba mal feita. Mas, existem muito mais diferenças que semelhanças entre Hugh Laurie e o personagem que o levou à fama nos EUA, o mal-humorado, sarcástico e sabe-tudo Gregory House. Um detalhe que muita gente esquece, graceja o ator britânico de 48 anos, entre outras razões porque estão acostumados que nos EUA “é mais habitual que escolham o ator pelo que ele é e não pelo que ele pode fazer”. Não é o seu caso, e talvez aí resida a chave do sucesso deste drama médico que acabou de estrear sua quarta temporada pelo canal americano FOX. Hugh Laurie não se sente tão seguro como House na hora de fazer um diagnóstico. “Sou um tanto supersticioso ao explicar a razão do êxito da série. Me dá medo que se acerto, a série acabe”, comenta mais irônico que o sarcástico House.

Gregory House

Pergunta. Te incomoda ser comparado com House?

Resposta. House não é nenhum encanto de pessoa, mas muitos dos meus amigos tampouco o são.

P. E onde reside seu maior atrativo?

R. As teorias são muitas. Entre os mais jovens, o fato de que ele é um rebelde que não se atém às regras, alguém impaciente e com autoridade.

P. E entre os menos jovens?

R. Sua falta de correção política. Ele diz o que todos gostariam de poder dizer.

P. Também é uma das suas qualidades na vida real?

R. Paradoxalmente, se há algo que eu odeio é a má educação. Também odeio o tráfico e os programas jornalísticos de televisão.

P. E que coisas alegram o dia de Hugh Laurie?

R. A música me faz feliz. Escutar ou tocar. A comida e minha moto.

P. E sua família?

R. É claro que me faz feliz. Mas, como com eles, toco música com eles e os levo em minha moto.

P. Pois seguem vivendo na Inglaterra…

R. Com muitas milhas aéreas acumuladas. Voamos muito. É quando mais nos vemos. Além disso, aqui trabalho o tempo todo. Ainda que em teoria são oito meses de gravações, na realidade está mais para dez meses por temporada.

P. Qual sua série médica favorita?

R. Cresci no Reino Unido e minha televisão tinha pouco a ver com a americana. Mamei Dr. Finley’s case book como se fosse leite materno, um tipo como Deus manda, de traje de flanela, muito diferente dos tecno-médicos de hoje em dia.

P. Acredita que House também gostaria?

R. Ele passa o dia vendo uma série que não tem nome, eu meteria a Fox em um rolo se dissesse que é Hospital General. Bem, é uma novela dessas.

P. Para Hugh Laurie, qual é o melhor remédio?

R. A anestesia, porque sem ela eu não poderia ir ao dentista.

P. E sua cura contra o tédio?

R. Ao contrário de House, tenho uma grande tolerância para com o tédio. Deve ter um cérebro muito pequeno que se entretém com nada. Palavras-cruzadas, Sudoku ou jogar bolas de papel na lixeira me entretém.

P. Ler não é uma de suas distrações?

R. Se em algo me arrependo de fazer esta série é que quase não leio, porque todo o tempo que tenho é dedicado aos roteiros. Assim, todas as noites em que tento ler um livro, acabo lendo a mesma coisa, porque levo meia hora para achar onde tinha parado, para então acabar dormindo.

P. E se tem uma previsão de um final para House?

R. Um personagem tão autodestrutivo como ele tem que desmoronar de vez ou se curar em algum momento. É um suicida que não pode passar o resto da sua vida fora do eixo. Mas, que isso ocorra em dois, em cinco ou em 25 anos dependerá do talento dos roteiristas. E no momento não posso estar mais satisfeito com o seu trabalho.

Fonte: El País

Tradução e adaptação: Juliana Ramanzini

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: