jump to navigation

Sindicato de Diretores vai negociar com estúdios em janeiro sexta-feira 28 dezembro, 2007

Posted by Dude in Greve dos Roteiristas.
trackback

Depois de toda a confusão envolvendo a greve dos roteiristas que já dura quase 60 dias e ainda não dá sinais de estar próxima do fim, o sindicato dos diretores dos EUA parece ter decidido que não vai mais esperar uma resolução daquele sindicato e acena com a possibilidade de reunir-se em janeiro com os estúdios para discutir os novos moldes do contrato que está prestes a expirar. Para mais detalhes leiam a matéria da Variety abaixo escrita por Dave McNary.

Embora ainda não tenha sido oficialmente anunciado, o dia 7 de janeiro de 2008 surge como a provável data para o início das negociações entre o DGA (Directors Guild of America) e a AMPTP (Alliance of Motion Picture & Television Producers, que representa os estúdios).

Nenhum dos dois lados confirmou a data, mas um informante ligado ao DGA disse que a expectativa existe e que as conversas aconteçam em menos de duas semanas.

O DGA anunciou no dia 13 de dezembro que perdeu a paciência com a falta de progresso nas negociações da WGA e que agendaria sua própria negociação em janeiro se nenhum acordo com os roteiristas acontecer até o fim do ano. O presidente do DGA, o diretor Michael Apted disse na ocasião que, “visando dar uma última chance à WGA e à AMPTP para que voltem à mesa, não vamos agendar nossa negociação para antes do ano novo, e então o faremos apenas se uma base apropriada para negociações puder ser estabelecida.”

Os grevistas da WGA e a AMPTP não se encontram desde o dia 7 de dezembro, quando as conversações se romperam depois que os estúdios exigiram que o sindicato retirasse metade das propostas da mesa de negociações como condição de continuar barganhando. Desde entào, ambos os lados tem continuamente travado uma guerra de palavras sobre quem é o culpado.

Representantes do DGA e do WGA se encontraram semana passada para dividirem informações sobre o que a DGA tem em mãos relativo à pesquisas e estudos acerca das novas mídias. Os líderes não derma detalhes sobre sua proposta mas indicaram que vão buscar avanços nas compensações e que vão focar a proposta que provavelmente não incluirá exigências em áreas como a expansão da jurisdição sob o que produzem.

Se o DGA pode fazer um acordo, os termos podem ser usados como um template para os acordos subsequentes dos estúdios com a própria WGA e com o SAG (Screen Actor Guild, o sindicato dos atores).

Os contratos do DGA e do SAG expiram em 30 de junho. Espera-se que o SAG comece a negociar em meados de março.

*-*-*-*-*

Com tanta série bacana fora do ar por causa da greve nos resta torcer para que o sindicato dos diretores seja mais bem sucedidos no pleito e tudo se resolva o quanto antes.

Por Davi Garcia

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: