jump to navigation

Prison Break no Superbowl segunda-feira 4 fevereiro, 2008

Posted by Dude in Prison Break, Séries.
1 comment so far
Durante o Superbowl, o maior evento da tv americana, foi exibido um vídeo promocional divertidíssimo de Prison Break. Confira!
Anúncios

PRISON BREAK 3×08 (Série) terça-feira 13 novembro, 2007

Posted by Dude in Prison Break, Séries.
1 comment so far

Ep. 3×08 – Bang & Burn (Inédito no Brasil)

Sinopse: Susan coloca a vida de Mchael em risco quando ela coloca seu próprio plano de fuga em ação. Sofia descobre pequenos segredos do passado de Whistler, e a Companhia vai atrás dela e de Lincoln e Sucre. Mahone descobre seu destino.

Prison Break

Outro ótimo episódio para encerrar a temporada em 2007 (a série entra em hiato retornando no dia 14 de janeiro de 2008). Inegavelmente Prison Break soube reinventar-se usando o tema que a originou mesmo insistindo em uma trama que parecia esgotada ao final da 2ª temporada. As críticas podem existir por vários motivos, mas se há algo sobre o qual não se pode reclamar é o tom repleto de urgência e adrenalina que pontuou estes 8 primeiros episódios.

A série apesar de todos os exageros óbvios, perdura e ganha credibilidade (pelo menos para mim), porque além de contar uma boa história, tem ótimos atores defendendo seus papeis com rara competência. Peguemos o Willian Fitchener por exemplo, que deu ao Mahone um tom absolutamente plausível do vilão sociopata que transformou-se em mais uma vítima da engrenagem conspiratória. Vê-lo sucumbindo à abstinência e à pressão de testemunhar contra a Companhia dá ao personagem uma dimensão trágica interessante ainda mais agora que ele retornará a Sona. Gostei muito do clima tenso que desenvolveu-se entre Michael e Whistler, e com as cartas postas à mesa, surge um quadro interessante para os episódios futuros, isso claro, depois que Michael voltar à Sona. Portanto reforçando o que disse antes, aprovo esse fall finale e espero ansioso pelas novas surpresas que a 3ª temporada ainda nos reserva.

Por Davi Garcia

PRISON BREAK 3×06 & 3×07 (Série) quarta-feira 7 novembro, 2007

Posted by Dude in Prison Break, Séries.
add a comment

Eps. 3×06 – Photo Finish (Inédito no Brasil)

Sinopse: Michael ameaça cancelar o plano de fuga se não tiver provas de que Sara ainda está viva. Whistler é acusado dematar outro preso e Michael precisa provar sua inocência e salvá-lo. Lincoln e Sofia monitoram a rotina dos guardas e Mahone recebe outra alternativa para sair de Sona.

Prison Break 3x06 & 3x07

Que episódio hein?! Toda a ação envolvendo a tentativa de drogar o guarda, a descoberta por Michael de que Sara está morta, o assassinato do preso mais ‘calouro’, a busca pelo autor, e a posterior acusação de que Whistler manteve o clima de tensão a mil por hora. Deu para sentir a ansiedade e a pressão tomando conta de cada um daqueles personagens, e o nível de intensidade saltando a tela a cada nova descoberta chocante ou decisão difícil que se fazia necessária. E que cena foi aquela do finalzinho quando fomos levados a crer que Lechero havia esfaqueado Whistler, hein? Belo teste cardíaco.

Ep. 3×07 – Vamonos (Inédito no Brasil)

Sinopse: Michael e Whistler precisam enfrentar-se na ‘arena da morte’ de Sona, e surpreso, Whistler logo descobre que a idéia faz parte do plano de Michael para criar uma distração durante a tentativa de fuga que ocorreria às 15:13. Enquanto isso, Lincoln está preocupado que Whistler não vá aceitar a troca tão facilmente e preocupa-se com a segurança de LJ.

Que bela jornada dupla da série essa semana. Prison Break trouxe intensidade, suspense, viradas inesperadas, choques e claro um belíssimo gancho. É sempre interessante ver Michael relutando em apelar para recursos escusos para alcançar seus objetivos e prometendo vingança aos responsáveis pela morte de Sara como fez no episódio 6 só para recusar-se a matar Whistler na luta a que foi obrigado a encarar. As sequências da tentativa de fuga foram angustiantes na medida certa e não faltou adrenalina no confronto de Lincoln com a Companhia para tentar resgatar LJ. Lechero por sua vez, agora vendo-se seriamente ameaçado dentro de Sona, também quer fugir, o que obviamente pode facilitar o trabalho de Michael, já que o cara conhece quase todas as brechas do lugar. Contudo o maior destaque desse 7º episódio fica mesmo para aquele final. Eu já tinha caído direitinho no papo do Whistler dizendo ao Michael o quanto sentia pela morte de Sara e sobre não querer matá-lo na luta, e eis que nos últimos segundos descobrimos que ele está na verdade totalmente envolvido com a Companhia. Excelente gancho e a prova de que Prison Break ainda tem gás para queimar.

Por Davi Garcia

PRISON BREAK pode ganhar spinoff de saias quarta-feira 24 outubro, 2007

Posted by Dude in Prison Break, Séries.
add a comment

É nisso que os executivos da Fox estão pensando para expandir a série de Michael Scolfield. Segundo o The Hollywood Reporter, o canal americano solicitou ao produtor Matt Olmstead que fosse escrito o roteiro de um possível spinoff que seria chamado “Prison Break: Cherry Hill” e que além de se passar em uma prisão feminina, traria como protagonista Molly, uma personagem que será introduzida ainda nesta 3ª temporada de Prison. Poucas informações estão disponíveis, mas segundo o HR, Molly seria uma esposa de classe média alta que após sofrer uma terrível tragédia familiar causada pela Companhia – o mesmo grupo responsável pela incriminação de Lincoln Burrows – segue uma pista que a leva até o Panamá em busca de vingança.

“Há uma irônica similaridade entre Molly e Michael – ambos estão emocionalmente abalados por perderem pessoas amadas e querem fazer os responsáveis pagar por isso – e por isso eles irão se simpatizar um com o outro”, disse Olmstead. Em Cherry Hill, que traria o mesmo tom de Prison, Molly vai parar em uma penitenciária feminina aceitando plenamente a prisão perpétua decorrente de seus atos de vingança até ser contactada pelo governo com a informação de que alguns de seus familiares estão vivos. “É a partir daí que ela deixa a imagem de assassina sem arrependimento para trás e ganha a motivação para fazer o que for preciso para sair da prisão e encontrá-los”, complementou Olmstead, que produzirá “Cherry Hill”ao lado do também produtor de Prison Break, Dawn Parouse.

Molly, cuja atriz que lhe dará corpo e voz ainda está sendo selecionada, não tem data para aparecer na 3ª temporada e se por ventura Cherry Hill não vingar, ela deve ficar como personagem regular de Prison, diz Olmstead.

Hum… Ainda não sei bem o que pensar da idéia, mas não dá para negar que ela seja no mínimo curiosa, não é. Resta saber se não iriam simplesmente repetir a fórmula da original sem acrescentar nada de novo. Ficaremos de olho 😉

Por Davi Garcia

PRISON BREAK 3×05 (Série) terça-feira 23 outubro, 2007

Posted by Dude in Prison Break, Séries.
1 comment so far

Ep. 3×05 – Interference (Inédito no Brasil)

Sinopse: O prazo final dado pela Companhia para que a fuga ocorra se aproxima. Faltam 24 horas e Michael, Mahone e Whistler planejam uma fuga, mas o plano parece encontrar um beco sem saída depois que os guardas entram em Sona.

Prison Break 3x05

Outro episódio em que a tensão e o clima de urgência dominam cada frame. Poucas foram as vezes em que vimos Michael cometendo um erro bobo como o de não ter tomado cuidado com o reflexo do binóculo, mas não podemos negar que o lado MacGyver dele também se fez presente ao usar um microondas como mecanismo para causar interferência no sinal de rádio e tv que chega à prisão e assim estudar um ponto fraco do local que possibilitasse a fuga. Achei curioso o fato de Whistler estar escondendo qual é sua verdadeira identidade ao ser reconhecido pelo novo preso (mesmo ator que aliás fazia parte do grupo que encontrou Peter em Heroes). Imagino que ele saiba mais do que deve e tenha assumido uma nova identidade até ser descoberto pela Companhia tornando-se um bem valioso para uma nova conspiração que ainda não nos foi revelada.

As subtramas do episódio também foram interessantes com destaque para Lincoln e Sofia trabalhando para montar o suporte que possibilite a fuga, e T-Bag arriscando-se com Lechero por causa de uma preocupação que me pareceu genuína com aquela mulher, por quem claro, ele se interessou (quem não se interessaria, não é? :p ). Mahone também tem sempre surgido como um personagem importante, porque apesar de vermos seus esforços para ajudar Michael a elaborar a fuga, é certo que ele o faz por puro interesse mesmo que futuramente tenha que se livrar de quem quer que seja para conseguí-lo. Não foi o melhor episódio da temporada, mas sem dúvida manteve meu interesse na trama que muitos criticam. Com nova pausa na próxima segunda-feira, a série voltará daqui 2 semanas com um episódio duplo onde finalmente deveremos ver o desfecho da fuga, já que o prazo fica cada vez menor. Alguém duvida que não faltará adrenalina?

Por Davi Garcia

PRISON BREAK vai ter férias… quarta-feira 17 outubro, 2007

Posted by Dude in Prison Break, Séries, The Sarah Connor Chronicles.
add a comment

… e dará lugar à aguardada The Sarah Connor Chronicles, a série que transpõe para a telinha o universo da franquia do cinema, Exterminador do Futuro.

Prison Break

O canal Fox americano confirmou hoje que a série que mostrará as aventuras de Sarah Connor depois dos eventos vistos no 2º filme, estreará no dia 14 de janeiro de 2008, uma 2ª feira, às 20h e será exibida até o dia 7 de abril. Tradicionalmente este dia e horário pertence à Prison Break que depois do episódio que vai ao ar no dia 17 de dezembro irá entrar em férias, só retornando à grade da Fox no dia 14 de abril de 2008.

Sarah Connor Chronicles

A Fox aliás, aposta na estréia da 7ª temporada de 24 Horas em janeiro, para transformar a noite de 2ª feira na mais quente da semana já que teríamos Jack Bauer em dobradinha primeiro com Sarah Connor Chronicles e em abril com Prison Break.

Então recapitulando: Prison Break entra de férias em 17 de dezembro e só volta no dia 14 de abril. Já Sarah Connor Chronicles será exibida entre 14 de janeiro e 7 de abril de 2008. Isso tudo claro, lá nos EUA.

Já viram o piloto da série que ‘vazou’? Eu já, e você confere minhas impressões aqui.

Por Davi Garcia

PRISON BREAK 3X04 (Série) terça-feira 9 outubro, 2007

Posted by Dude in Prison Break, Séries.
20 comments

Ep. 3×04 – Good Fences (Inédito no Brasil)

Sinopse: Depois de receber uma caixa enviada pela Companhia, Lincoln percebe que eles não fazem ameaças vazias. O novo plano de fuga de Michael está relacionado à eletricidade. Haywire ressurge assombrando o desorientado Mahone. Bellick e T-Bag ganham atenção especial de Lechero.

Prison Break 3x04

Uau! E não é que os caras tiveram coragem de eliminar um personagem importante da trama? Depois daquele final do 3º episódio eu jurava que iriam apenas sugerir a morte de Sara Tancredi movendo o mistério por alguns episódios e até mesmo alimentando um desespero maior de Michael para sair logo da prisão afim de poder resgatá-la. Mas nada feito, é fim de linha para a personagem. Confesso que fiquei um pouco decepcionado com a maneira como tudo aconteceu já que a saída da personagem foi bastante simplória ainda que absolutamente impactante, afinal o elo entre ela e Michael era um dos pilares que sustentava a trama, e é certo afirmar que muita gente vai perder a motivação de continuar vendo a série, o que não é o meu caso diga-se de passagem. Seria fácil criticar os roteiristas e produtores da série sobre a decisão tomada, mas o fato é que eles não tiveram alternativa para dar uma resolução mais satisfatória à personagem. O colunista da TV Guide, Michael Ausiello, bateu um papo com o produtor da série Matt Olmstead, e a verdade é que atriz Sarah Wayne Callies não quis aceitar a proposta que lhe foi feita para participar de metade da temporada criando uma série de empecilhos para sua aparição diminuta. É uma pena que sua saída tenha se dado de forma tão apressada, mas ao mesmo tempo ela abre um panorama interessante na trama já que Lincoln pensando agora na segurança de seu filho LJ e até mesmo na motivação de Michael para sair da prisão, decidiu omitir a verdade do irmão, o que obviamente vai gerar um desdobramento interessante no futuro, já que ao descobrir que Sara morreu, a idéia de que todo seu esforço tenha sido em vão deve assombrá-lo… ou não.

Tirando o acontecimento bomba do episódio, achei bastante inteligente (de novo) o plano que Michael começa a desenhar para fugir de Sona. É sempre divertido vê-lo usando das mais diversas artimanhas para conseguir por em prática as fases que compõe sua estratégia e até mesmo o joguinho de manipulação que fez com Mahone me parece crível, já que sua intenção deve realmente ser a de levá-lo ao limite da insanidade tirando-o assim do caminho (se bem que o próprio Mahone provavelmente vai acabar se ferrando sozinho como as sequências em que ele vê o Haywire ajudam a corroborar).

E o Bellick hein?! Parece que os roteiristas tiraram essa temporada para fazer o personagem pagar até os pecados que não cometeu. Não sei quanto a vocês, mas eu repito o que já disse antes, é ‘divertido’ vê-lo sofrendo desse jeito, já que ao longo de toda a série ele sempre foi o maior sacana ao lado de T-Bag, que por enquanto continua fazendo o que sabe melhor: manipular, usar, matar e passar por cima dos outros para se dar bem. Gostei de ver o retorno do Sucre à trama. Tudo bem que era meio evidente que ele não sairia da história daquele jeito, mas o modo que criaram para que ele participe ativamente do plano de fuga foi bastante curioso, ainda que ilógico, afinal como é que ele foi aceito para trabalhar como coveiro da prisão se ele ainda era oficialmente um fugitivo? Ok, vamos dar um desconto para os roteiristas nessa, afinal a temporada continua quente e prometendo mais adrenalina e surpresas.

Por Davi Garcia

PRISON BREAK 3X03 (Série) terça-feira 2 outubro, 2007

Posted by Dude in Prison Break, Séries.
4 comments

Ep. 3×03 – Call Waiting (Inédito no Brasil)

Sinopse: Whistler conta a verdade para Michael e ele tenta entrar em contato com Sarah mas como o único telefone disponível em Sona fica no ‘escritório’ de Lechero, parece que a ajuda de T-Bag vai ser mais do que necessária. Enquanto isso Mahone sofre com a abstinência e Bellick acaba se complicando novamente.

Prison Break 3x03

Pode-se criticar Prison Break por ser exagerada, mas jamais por não saber criar cliffhangers (os ganchos finais) excelentes, e o desse episódio foi brilhante, não? ‘Call Waiting’ foi o melhor episódio da temporada até agora e um aditivo a mais para a temporada que promete ser quente do início ao fim. O desenvolvimento da história empolga e as revelações envolvendo os motivos que tornam Whistler tão importante para a Companhia começam a ficar mais claros, o que obviamente, ajuda a tornar a trama mais atraente. Achei muito bem equilibradas as sequências internas e externas à prisão Sona, e mesmo que soe forçado aceitar que o Lincoln tenha descoberto o esconderijo onde estavam Sarah e LJ com tanta facilidade não dá para negar que os eventos transmitiram todo clima de urgência que a trama exige. Dentro de Sona, a ajuda de T-Bag foi fundamental para que Michael pudesse se comunicar com Sarah, e imagino que não demore muito para que o psicopata ganhe status dentro da hierarquia de poder da prisão, já que a possibilidade de que Lechero caia existe. Já as duas personagens femininas da série também ficam interessantes, Sofia (esposa de Whistler) é aquela que em algum momento vai desempenhar um papel importante na execução do plano de fuga e Susan (o rosto da Companhia até agora) ganha pontos apenas por não ser tão irritante quanto era o Lee da temporada passada.

Muito se falou sobre a não participação da atriz Sarah Wayne Callies durante a temporada (a atriz acaba de ser mãe) e entendo que a saída encontrada para justificar sua ausência foi muito bem explorada, já que a solução não apenas serve para o propósito da trama que se desenhou, bem como ajuda a criar um gancho sensacional, que além de nos deixar curiosos para saber se ela foi morta ou não, deixa aberta a possibilidade para que Lincoln revele ou não a Michael o ocorrido (caso se confirme) uma vez que LJ continuaria em poder da Companhia e dependeria do sucesso da fuga de Whistler. Aliás falando em Michael, é bom ver que ele começa a usar o cérebro para imaginar um plano de fuga da prisão, e com isso e mais um gancho bem construído, não há nada mais que eu possa querer de Prison Break, e vocês?

Por Davi Garcia

SÉRIES: Notas e Comentários da semana domingo 30 setembro, 2007

Posted by Dude in Big Bang Theory, Bionic Woman, Cane, Chuck, Gossip Girl, Grey's Anatomy, Heroes, House, Journeyman, K-Ville, Prison Break, Private Practice, Séries, The Office.
2 comments

Com a estréia da temporada de séries nos EUA é praticamente impossível fazer comentários individuais sobre todas que tentarei acompanhar, portanto a partir deste domingo farei um post com notas e comentários curtos sobre tudo o que vi durante a semana.

Atenção! Todas as séries abaixo são inéditas no Brasil

Chuck Ep. Piloto

Sinopse:Chuck Bartowski vive uma vida normal até o dia em que acidentalmente ‘baixa’ arquivos secretos do governo em seu cérebro. Agora ele terá que dividir sua vida entre o trabalho como vendedor de uma loja e o de agente da CIA.

O que achei: Ao rever o piloto da série, a conclusão mais óbvia é de que apesar de ter uma trama bastante inverossímil e até mesmo boba, a série consegue divertir remetendo-nos àquele clima gostoso dos áureos tempos da saudosa Alias. Não sei se a série se sustenta, mas se a história conseguir fugir de tramas óbvias as chances são boas. Ah, e o 2º episódio trará uma ligação com Lost… quer atração maior que essa?

The Big Bang Theory Ep. Piloto

Sinopse: Uma jovem esperta e descolada mostra a dois nerds o quão pouco eles sabem da vida.

O que achei: Outra série que eu já havia visto antes da estréia e que resolvi rever esta semana. Não traz absolutamente nada de novo para o gênero cômico, mas a dupla de nerds e a simpática lorinha Penny usam e abusam de textos simples mas engraçados, transformando a série em uma boa surpresa. Se ainda não viu, dê uma chance.

Heroes Ep. 2×01 – Four Months Later

Sinopse: Quatro meses depois dos eventos que culminaram no confronto entre Sylar e Peter, novos Heróis surgem. Hiro permanece no passado, e surpreende-se ao encontrar o mítico Takeso Kensei. No presente um rosto conhecido se despede e alguém que pensávamos estar morto ressurge. Claire em nova escola e mesmo tentando permanecer discreta acaba chamando a atenção de um estudante local. Outros heróis são apresentados.

O que achei: Falta ritmo ao episódio de estréia da 2ª temporada e o roteiro comete erros que já comprometeram a história da 1ª. Fica óbvio que falta muita coisa para preparar o terreno do arco que conduzirá a trama da temporada. Onde está o grande novo vilão? O segmento envolvendo Hiro no passado encontrando Kensei parece-me por enquanto o maior atrativo da trama. Será que o 2º episódio esquenta as coisas de vez?

K-Ville Ep. 1×02 – Cobb’s Web

Sinopse: Boulet e Cobb tem que recapturar fugitivos da penitenciária de Nova Orleans, mas a caçada logo revela que há uma conspiração por trás da fuga.

O que achei: Já neste 2º episódio a série infelizmente perde ritmo e deixa de lado o drama dos habitantes de Nova Orleans apostando em uma trama conspiratória sem graça que coloca a dupla de policiais em um jogo de gato e rato sem apelo. Tomara que apresentem algo melhor no 3º ou então o risco de fracasso começará a ficar mais eminente.

Journeyman Ep. Piloto

Sinopse: A vida de Dan Vassar muda quando ele começa a ser puxado de volta ao passado sem entender como ou porque.

O que achei: Exageros à parte eu gostei do piloto da série. Óbvio dizer que o tema não é nada inédito, mas confesso que sempre me seduz. Só uma coisa me incomodou nas constantes idas e vindas do personagem. Nenhum conhecido com quem ele encontra no passado estranha sua aparência envelhecida, nem que isso signifique 10 anos a mais para ele.

Prison Break Ep. 3×02 – Fire/Water

Sinopse: Michael e Mahone tentam atrair o misterioso Whistler para fora de seu esconderijo. T-Bag ganha um pouco mais de status na hierarquia da prisão quando o suprimento de água diminui. Lincoln encontra um rosto familiar e outro nem tanto durante sua jornada para libertar Michael.

O que achei: Certamente menos movimentado que a estréia da temporada, mas só o fato de já terem apresentado o tal Whistler já me deixa animado para a continuidade da trama. Estou cada vez mais curioso para saber qual será o plano de Scolfield para fugir de Sona. Ponto negativo do episódio? Bellick tendo seu suplício aliviado. Ele merecia mais uma humilhaçãozinha, não?

House Ep. 4×01 – Alone

Sinopse: Com seu time de diagnósticos totalmente desfeito, House tenta diagnosticar o estranho quadro clínico de uma jovem mulher que sobreviveu ao desabamento de um prédio. Com a situação ficando cada vez pior, Cuddy coloca pressão em House para que ele contrate um novo time, mas em vez disso ele tenta um diagnóstico diferente com a ajuda do zelador do hospital.

O que achei: Que o Hugh Laurie é fantástico muita gente já sabe, mas esse episódio prova que mesmo sem sua equipe de diagnósticos ele carrega a série sozinho com extrema facilidade. E como duvidar que o processo de seleção que se iniciará trará episódios ainda mais divertidos e repletos de casos bizarros? Aliás será que é pedir muito voltar a ver uma história envolvendo novatos como o do premiado episódio 1×21 “Three stories” ?

Cane Ep. Piloto

Sinopse: Pancho Duque construiu um império baseado no açúcar e no rum graças ao trabalho duro desde que chegou aos EUA vindo de Cuba. Contudo, agora doente e já velho, Pancho tem que passar o comando do negócio da família para um de seus filhos, o que causa ciúmes e rivalidade entre o clã.

O que achei: O tema certamente é pouco atraente para a maioria, mas a série é boa demais acreditem. Há todo um climão de filmes de máfia e o brilhante time de atores certamente ajuda a garantir um peso ainda maior à história sobre a eterna disputa de poder em famílias poderosas e cheias da grana, isso sem falar na idéia de ver latinos se dando bem na América, claro. Estréia em novembro aqui no Brasil, mas eu resolvi acompanhar desde já.

Bionic Woman Ep. Piloto

Sinopse: Jaime Sommers é uma jovem que trabalha para cuidar de sua irmã mais nova e tenta dar seqüência a um relacionamento amoroso recente. Sua vida vira do avesso depois de sofrer um terrível acidente e carro que a deixa com graves ferimentos. Sua única chance de sobreviver? Receber implantes biônicos de um projeto secreto do governo para o qual seu namorado trabalha e que lhe dará incríveis habilidades que lhe cobrarão um alto preço a ser pago.

O que achei: Tem tudo para ser a nova Heroes da temporada em termos de hype, mas só se mudanças drásticas forem feitas na estrutura da série que em certos momentos fica pretenciosa demais e sem rumo. Uma coisa é certa. A protagonista da série vai precisar de mais do que partes biônicas e um belo par de olhos claros para conquistar minha atenção nos próximos episódios.

Gossip Girl Ep. 1×02 – The Wild Brunch

Sinopse: Não há nada que a Gossip Girl goste mais do que uma boa briga de mulheres. No calor da confusão causada na festa do beijo, Blair diz a Serena que sabe que ela dormiu com seu namorado Nate antes de desaparecer misteriosamente. Sem abalar-se Serena decide levar Dan ao brunch oferecido pelo rival Chuck e Jenny busca conselhos de Blair que percebe que pode usá-la ao permitir que ela faça parte do seu ‘clubinho’.

O que achei: O 2º episódio revela que a série realmente não tem nada que já não tenhamos visto em filmes em que jovens ricos vivem na ilusão aparente do bem estar escondendo seus piores pecados e recriminando outros, mas o texto ágil aliado à narrativa cativante de Kristin Bell faz da série um retrato divertido sobre a podridão da elite nova iorquina. Pena que passe na CW e a queda de audiência já jogue uma sombra de incerteza sobre seu futuro.

private practice Ep. 1×01 – In Which We Meet Addison, A Nice Girl From Somewhere Else

Sinopse: Addison aceita a oferta de trabalho recebida em Los Angeles e se demite do Seattle Grace. No novo trabalho dela vemos um pai frustrado de uma garota de 15 anos grávida que acaba de entrar em trabalho de parto; Uma mulher chamada Leslie acompanhando o trabalho dos médicos na tentativa de reviver o homem com que estava prestes a noivar, e uma mulher chamada Maria que tenta impedir a amante de seu falecido marido de tirar dinheiro dele.

O que achei: Fato. A Shonda Rimes que escreve Grey’s Anatomy não pode ser a mesma que escreve este spin-off. Private tem um texto desinteressante, personagens nada carismáticos e tramas que em nada lembram o nível de dramaticidade ou graça das do Seatle Grace. Darei uma última chance à série esta semana. É tudo ou nada.

grey's anatomy Ep. 4×01 – A Change is gonna Come

Sinopse: Entrando em seu 1º ano como residentes, Meredit, Cristina, Izzie e Alex tem seus próprios times de internos para liderar. Dentre eles está George, forçado a repetir o internato depois de falhar nos testes e Lexie Grey, meio irmã de Meredith. Um grande acidente de carro rapidamente coloca todos os novatos para trabalhar e vemos Cristina procurando Burke, Richard reassumindo a posição de cirurgião chefe, Derek e Meredith encarando mais um impasse no relacionamento e Bailey lidando com a decepção de não ver as coisas acontecendo no hospital do jeito que ela gostaria.

O que achei: Muito bom o retorno dos médicos do Seattle Grace. Tivemos Izzie insegura em sua nova posição, Cristina dando uma de durona depois do sumiço de Burke, Bailey fazendo tortura psicológica com o chief, Derek e Meredith bagunçando mais a relação e a chegada de Lexie, prometendo agitar ainda mais o ambiente. Achei bastante interessante colocarem cada um dos 4 residentes reproduzindo o que Bailey havia feito com eles a 3 anos atrás e para não dizer que não há falha nesse retorno digo que a insistência em apostar no triângulo Izzie, George e Torres dá sono.

theoffice Ep. 4×01 – Fun Run

Sinopse: No episódio especial de estréia da 4ª temporada, um bizarro acidente envolvendo Michael e Meredith, o faz acreditar que o escritório esteja amaldiçoado e ele começa a questionar as crenças religiosas de seus empregados. Os relacionamentos do escritório também são explorados, com a revelação do romance entre Pam e Jim e o abalo do romance entre Dwight e Angela depois que a gata de estimação da loira morre.

O que achei: Sensacional. A turma da Dunder Mifflin voltou com todo o gás. Morri de rir com Michael creditando à uma maldição os acontecimentos que ele mesmo provoca. Aliás impossível não rir na sequência em que ele visita Meredith no hospital e exige que ela o perdoe na frente de todos por tê-la atropelado. Outro ponto alto foi Dwight matando a gata de Angela e defendendo-se ao dizer que às vezes é necessário acabar com a dor de um animal moribundo, o que ele tenta replicar com Meredith no hospital. Jim e Pam assumindo o relacionamento? Tava na hora… Quero mais episódios de 40 minutos como esse 🙂

Por Davi Garcia

PRISON BREAK 3X02 (Série) terça-feira 25 setembro, 2007

Posted by Dude in Prison Break, Séries.
3 comments

Ep 3×02 Fire/Water (Inédito no Brasil)

Sinopse: Michael e Mahone tentam atrair o misterioso Whistler para fora de seu esconderijo. T-Bag ganha um pouco mais de statusna hierarquia da prisão quando o suprimento de água diminui. Lincoln encontra um rosto familiar e outro nem tanto durante sua jornada para libertar Michael.

Priosn Break

Mesmo não sendo tão tenso ou surpreendente quanto o primeiro episódio, Fire/Water ilustra bem o que deve ser a característica mais marcante deste início de temporada. A total falta de informação aliada ao exercício de juntar as peçcas que forem surgindo no divertido jogo de quebra cabeças. Afinal, quem é Whistler (na foto com Michael), o misterioso sujeito que guarda um interesse ainda não revelado para a Companhia e é o passaporte de saída de Scolfield da prisão Sona? Por que seu medo em ser morto? Será que ele guarda novos segredos ligados a mais uma conspiração? Perguntas que ficam e certamente movimentarão os próximos episódios.

Agora sobre a reaparição de Sucre e sua posterior decisão em ficar no Panamá, nenhuma surpresa, não é mesmo?. Surpreendente mesmo é a facilidade com que Lincoln ‘acidentalmente’ o encontrou pelas ruas. Aliás por falar em Lincoln é difícil crer em qualquer ajuda concreta por parte dele no sentido de facilitar o caminho do irmão preso. Tudo bem que o vimos aplicando velho truque de entregar um documento falso para seu algoz, mas sei lá, o cara não me convence como aliado decisivo fora da prisão que ele deveria ser e espero que essa percepção mude ao longo dos próximos episódios.

Na prisão mais uma vez vimos Bellick jogando de acordo com o que lhe interessa, o que mais uma vez justifica todo o calvário pelo qual passa desde que pisou em Sona (aliás destaque-se o trabalho consistente do ator Wade Williams). T-Bag também continua lambendo botas de quem está no comando e não desperdiça nenhuma chance de sacanear o Scolfield se puder. Já Mahone, cada vez mais afetado em função da abstinência, segue na busca desesperada de um caminho de fuga, que como já sabemos inevitavelmente terá que passar por algum plano feito por Michael. E foi isso. Como escrevi antes, nada realmente sensacional aconteceu neste episódio, mas ainda assim ele foi bem coerente com o que a trama desenha para a temporada.

Por Davi Garcia