jump to navigation

DAMAGES – Porque ela é uma das melhores séries de 2007 quarta-feira 26 dezembro, 2007

Posted by Dude in Damages, Séries.
add a comment
Como já escrevi anteriormente, tenho uma grande admiração pela série Damages e quem já teve oportunidade de ver a 1ª temporada – que estréia no Brasil em fevereiro de 2008 – deve concordar com a opinião de que ela foi uma das melhores surpresas de 2007. Pois bem, lendo o BuddyTv, acabei me deparando com o texto do colunista do site, John Kubicek, apontando porque a série era sua segunda favorita do ano. Como concordei absolutamente com os argumentos do jornalista, divido com vocês o que ele disse sobre a série na esperança de acender a chama da curiosidade naqueles que ainda não se aventuraram nesse excelente thriller dramático.

Texto por John Kubicek para o BuddyTv

Ninguém ficou mais surpreso do que eu quando ao selecionar a minha lista dos melhores de 2007, o drama Damages do FX não apenas tornou-se parte dela como também posicionou-se como a segunda melhor série do ano. Quando vi o piloto pela primeira vez, fiquei instantaneamente apaixonado pela complexa história da impiedosa advogada corporativa chamada Patty Hewes (Glenn Close) em uma jornada para destruir o ricaço empresário Arthur Frobisher (Ted Danson). Desde o início os dois entram em combate, um verdadeiro jogo de xadrez da vida real no qual seus amigos, familiares e associados são meros peões.

O brilho da 1ª temporada deve-se em grande parte à maneira como ela brincou com o tempo, contando a batalha de Hewes ao mesmo tempo em que avançava 6 meses na história mostrando a novata advogada associada Ellen Parsons (Rose Byrne) sendo acusada de ter assassinado seu noivo. O mistério de quem o matou, do por quê de Ellen ter sido encontrada coberta de sangue, e o que isso tudo tem a ver com Hewes e Frobisher é um dos pontos altos de Damages.

E como reconhecimento do meu amor pela série, Damages recentemente tornou-se a série de tv com o maior número de indicações no Globo de Ouro 2008, recebendo indicações para melhor série de drama, bem como melhores atores para Glenn Close, Ted Danson e Rose Byrne. De fato, Close deu mais um show de interpretação, como já havia feito antes em outra série do FX, The Shield. Danson, geralmente associado ao seu grande trabalho em comédia, presenteou-nos com O trabalho de sua carreira fazendo um homem desesperado para manter intacta sua glória de empresário bem sucedido. O fato inclusive de que a série foi exibida no mesmo horário da mais recente temporada de Curb Your Enthusiasm, na qual Danson fez uma versão exagerada e cômica de si mesmo, apenas serviu para provar quão bom seu trabalho em Damages é.

A última justificativa que dou para explicar porque Damages foi uma das melhores séries do ano foi seu final. Ele amarrou os maiores pontos da história dando respostas para todas as grandes questões levantadas ao mesmo tempo em que preparou uma nova e intensa dinâmica para o futuro, que mais tarde acabou sendo selado pelo FX que garantiu à série não uma, mas duas temporadas adicionais. E se essas duas forem parecidas com a primeira, Damages está no caminho de se tornar uma das melhores séries de todos os tempos.

Anúncios

DAMAGES renovada por mais 2 temporadas terça-feira 13 novembro, 2007

Posted by Dude in Damages, Séries.
add a comment

Damages

O canal a cabo FX americano, responsável pelas séries The Shield, Rescue Me e Nip/Tuck confirmou que Damages (que alcançou médias de 2,5 milhões  na audiência) terá mais 2 temporadas de 26 episódios (13 cada), e que a produção da nova temporada pode começar já em janeiro de 2008 se a greve do roteiristas acabar até lá. Quem tem costume de ‘passear’ pela blogosfera em busca de informações sobre séries, já deve ter se deparado com comentários e elogios rasgados à Damages, série estrelada por Glenn Close e ainda inédita no Brasil. Terminei de ver a 1ª temporada ontem e posso garantir que a série é efetivamente um thriller inteligente e instigante. Em breve farei uma resenha dessa temporada aqui, e com a provável paralisação de todas as séries nos próximos dias (pelo menos nos EUA), fica aí a sugestão para que você corra atrás de Damages e delicie-se com a arrasadora performance de Glenn Close e o misterioso jogo de poder e intriga que a série oferece.

Por Davi Garcia

DAMAGES pode ser renovada segunda-feira 8 outubro, 2007

Posted by Dude in Damages, Séries.
1 comment so far

Damages

Sei que depois de ter feito um comentário sobre o episódio piloto de Damages fiquei devendo novos reviews desse excelente thriller jurídico, mas vocês sabem como é, falta tempo e sobra série boa para ser vista. Em breve volto a ficar em dia com a série e se tudo der certo farei alguns breves comentários. Essa semana será exibido o episódio 11 de um total de 13, e o que parecia improvável ganha grandes chances de ocorrer. Segundo o colunista da TV Guide, Michael Ausiello, a série pode ganhar uma 2ª temporada apesar da queda na audiência registrada pelo FX americano onde ela é exibida. Eu não faço a menor idéia do que a trama poderia abordar uma vez que a história desta temporada sempre me pareceu bem fechadinha e sem margens a novos desdobramentos, mas como a criatividade de roteiristas não tem fim vai saber para onde eles levarão a trama não é mesmo? Bem, por enquanto fiquei entusiasmado com a possibilidade de ver mais Patty Hewes (Glenn Close) em ação. Pena que ainda não há nenhuma informação referente à exibição da série por aqui.

Por Davi Garcia


DAMAGES (Série) domingo 29 julho, 2007

Posted by Dude in Damages, Séries.
4 comments

Ep.Piloto (Inédito no Brasil)

Sinopse: Nova York é o cenário de Damages , thriller jurídico que explora as minúcias da natureza do poder e do sucesso através das vidas de Patty Hewes (Glenn Close), advogada renomada por pegar grandes casos e sua nova funcionária Ellen Parsons, contratada quando um litígio envolvendo o suposto empresário corrupto Arthur Frobisher (Ted Danson) ganha repercussão e no qual ela acabará desempenhando papel central como testemunha quando o cenário revelar que vidas e fortunas estão em jogo.

Damages

Quando li a respeito dessa série no Falando Série pela 1ª vez algumas semanas atrás, logo pensei que seria mais um drama arrastado sobre advogados descarregando o ‘juridiquês’ em uma trama igualmente enfadonha. Ledo engano. Primeiro porque o canal que começou a exibí-la no último dia 24 nos EUA, é o FX, famoso por dar espaço a séries mais adultas e polêmicas e segundo porque Damages prima realmente por construir um thriller dos mais interessantes e convidativos. E o cartão de visitas da série pode ser definido com um nome: Glenn Close. A consagrada atriz empresta um ar que vai do carisma à ameaça em questão de segundos e cada aparição de sua personagem transmite um senso de ambigüidade absolutamente brilhante.

Quem zapeia pelos canais ao longo da semana sabe que a tv está repleta de séries jurídicas, e nesse mar de opções é difícil apontar uma com um conteúdo bom como a de Damages. Aqui não há ‘juridiquês’ exagerado ou mesmo casos mirabolantes. É tudo sobre o jogo de manipulação, mentiras, segredos e mais mentiras. Elementos que em conjunto tornam os desdobramentos da trama absolutamente imprevisíveis e um prato cheio para quem gosta de séries com bons personagens, conteúdo e onde nem tudo é o que parece.

Curiosidades:

1) A estréia da série rendeu uma audiência e 3,7 milhões ao FX. Número semelhante à estréia de Nip Tuck e considerado excelente para um canal a cabo.

Por Davi Garcia